vv

Vila Velha: Avenida Capixaba, em Soteco, recebe pavimentação e implantação de ciclovia

Mais uma importante obra de urbanização para melhorar a mobilidade urbana avança em Vila Velha. A avenida Capixaba, em Soteco, passa por uma grande transformação. Após receber obras de drenagem e pavimentação para evitar a retenção de água em períodos de chuvas, a via no bairro também está ganhando uma ciclovia, de 670 metros de extensão.

As obras fazem parte da implantação do Corredor Verde de Mobilidade Urbana, que contempla ainda os bairros Santa Mônica, Cocal, Glória, Divino Espírito Santo e Praia das Gaivotas, com prazo de execução de 540 dias.

O investimento, de R$ 41 milhões, prevê obras de calçamento, recapeamento, sinalização e ciclovias, entre outras intervenções, em um percurso de aproximadamente 11 quilômetros, o que garantirá mais segurança aos usuários das vias, pedestres, ciclistas e motoristas, além de levar mais dignidade à população e valorizar os imóveis da região.

Gerente de uma choperia na avenida Capixaba e morador de Soteco há 5 anos, Adílio Kaizer comemora as melhorias de infraestrutura. “A qualidade de vida está melhorando aqui em Soteco. A ciclovia vai ajudar muito, evitando acidentes. A rotatória que era muito importante para a gente foi implantada e já reduziu acidentes. Estamos muito felizes”, ressaltou.

Valorização

O aposentado Elson Damascena, que há mais de 20 anos mora no bairro, também elogiou as intervenções. “As obras trazem a valorização da região e dos imóveis. Além de acabar com o alagamento que existia aqui, que é o maior problema de quem mora neste trecho”, afirmou.

As obras de implantação do Corredor Verde de Mobilidade Urbana tiveram início em junho de 2023, na avenida Gonçalves Lêdo e rua Europa, e ruas São Bento, Isabel dos Santos e Projetada. Essa etapa também contemplou a avenida Capixaba (trecho 1), a rua Ernâni de Souza e a rua Aguiar Lemos.

A secretária municipal de Obras e Projetos Estruturantes, Menara Cavalcante, lembrou que a prefeitura tem realizado investimentos significativos para melhorar a mobilidade urbana na cidade e garantir mais segurança a todos os usuários das principais avenidas e ruas que integram os bairros. Citou também as obras em execução do Corredor Amarelo de Mobilidade Urbana, que contempla a avenida Sérgio Cardoso, avenida Leila Diniz, rua Copo de Leite, rua Jorge Risk, avenida Vitória Régia e rua Azaleia, entre outras vias, com investimento total de R$ 48.626.863,75.

“As obras envolvendo os corredores Verde e Amarelo somam quase R$ 90 milhões e incluem a construção de 20 quilômetros de novas ciclovias, para que os ciclistas também possam se deslocar com mais segurança. São obras estruturantes que visam levar mais qualidade de vida à nossa população”, destacou.

(DA REDAÇÃO \\ Guto Gutemberg)

(INF.\FONTE: Internet \\ Vera Ferraço)

(FT.\CRÉD.: Edie Hallen \\ Divulgação)