serrr

Serra já investiu mais de R$ 100 milhões na construção de 107 equipamentos de lazer

As praças e campos de futebol são importantes espaços para lazer, prática de esportes e convívio social

Investir em lazer é investir na comunidade. Construir campos de futebol, praças, parquinhos, quadras esportivas e academias populares, é garantir ao cidadão o direito de se incluir socialmente e ter seu momento de diversão. E desde 2021 a Prefeitura da Serra construiu ou revitalizou 107 equipamentos públicos com foco no lazer.

Deste número, são 71 praças e 36 são campos de futebol. O investimento ultrapassa os R$ 100 milhões, que retornaram para a sociedade como mais um benefício público. Ao investir em equipamentos de lazer, a administração pública investe, ao mesmo tempo, em saúde, cidadania, esporte, diversão, empreendedorismo e até mesmo na valorização imobiliária do bairro.

As pracinhas se tornam pontos de encontros comunitários e quase que diários. É nela que crianças e jovens podem brincar e praticar esportes. Os campos societies, para além do futebol, também são espaços disponibilizados para os mais diversos projetos sociais em comunidades que incentivam a prática esportiva, como escolinhas futebolísticas.

Por meio do programa “Minha Praça É Massa”, as praças da Serra foram revitalizadas com um alto padrão e possuem parquinhos com piso emborrachados, quadras esportivas, academia popular, espaços de vivência, pergolados, paisagismo e uma iluminação trabalhada em 100% LED.

Inclusive, as praças de Jardim Limoeiro, Bairro de Fátima, Colina de Laranjeiras, Nova Almeida, Serra Dourada 2, Eurico Salles, Feu Rosa (Praça das Artes) e Porto Canoa são equipamentos que tem, ou terão, espaços dedicados para os animais domésticos.

Já os campos possuem gramados sintéticos, alambrado, tela de proteção, cabine de reservas, vestiários. Caso necessário, a Prefeitura também realiza uma reforma da rede de drenagem e escoamento no entorno do local para preservar o ambiente e inibir possíveis alagamentos. Tudo pensado no desenvolvimento da qualidade de vida do bairro impactado com a revitalização.

Os mais de R$ 100 milhões em lazer voltam para a comunidade para a garantia dos artigos 6° e 215° da Constituição Federal, que reconhece a todos os brasileiros o direito à cultura e ao lazer.

(DA REDAÇÃO \\ Guto Gutemberg)

(INF.\FONTE: Internet \\ Daniela Salgado)

(FT.\CRÉD.: Edson Reis \\ Divulgação)